Colaboradores

Tecnologia do Blogger.

Siga-nos por Email

Seguidores

Arquivo do blog

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 19 de junho de 2013

ONU preocupada com uso excessivo da força em protestos no Brasil


O escritório de Direitos Humanos das Nações Unidas está pedindo às autoridades brasileiras moderação ao lidar com os protestos sociais que ocorrem no país. É feito também um apelo aos manifestantes, para que não tomem nenhuma atitude violenta.

Nesta terça-feira, em Genebra, o porta-voz do Alto Comissariado para os Direitos Humanos lembrou que os protestos de segunda-feira, em várias cidades do Brasil, foram pacíficos.

Prisões

Mas Rupert Colville destacou relatos de confrontos entre manifestantes e policiais no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte.

Segundo Colville, o escritório de Direitos Humanos da ONU recebeu relatos de danos, pessoas feridas ou detidas, incluindo jornalistas que cobriam os eventos.

Com outras manifestações programadas, ele pede ao governo do Brasil que “tome todas as medidas necessárias para garantir o direito a manifestações pacíficas e previna o uso desproporcional da força”.

Transportes e Copa

O porta-voz lembrou ainda que os protestos começaram em 10 de junho e são os maiores já vistos no Brasil em 20 anos. Colville destacou que as passeatas são principalmente contra o aumento das tarifas do transporte público e os gastos para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas do Rio em 2016.

O escritório de Direitos Humanos saudou as declarações da presidente Dilma Rousseff, de que “demonstrações pacíficas são legítimas” e também o anúncio feito pelo governo de São Paulo de que os policiais não usariam balas de borracha na segunda-feira.
Rupert Colville também pede às autoridades a condução de investigações independentes e imparciais sobre o uso excessivo da força e pede engajamento de todos ao diálogo, para a prevenção de outros episódios de violência.

Fonte: Mercado Ético

0 comentários:

Postar um comentário

Eco & Ação

Postagens populares

Parceiros